localizador vehicular gps tracker rastreador gsm gprs sms programa para espiar cualquier tipo de celular gratis here link here vendo celular espia free blackberry messenger spy app como espiar el whatsapp de alguien mas est espiar celulares 2013 i spy books for android programa espiar whatsapp spy descargar press site

Categoria:

pesquisa

Certa vez, pediram-me que listasse, dentro de meu ponto de vista, o que seria o essencial da literatura para mim. (obs: a ordem abaixo não significa maior ou menos relevância).

I- “A Ilíada” e “A Odisséia”- Homero.
II- “A Teogonia” e “O trabalho e os dias”- Hesíodo.
III- Principais Tragédias Gregas (Orestíada e Prometeu, Ésquilo; Antígona e Édipo, Sófocles; Medeia e As Bacantes, Eurípedes)
IV- “Hamlet”, “Otelo” e “A tempestade”- Shakespeare.
V- “Fausto”- Goethe.
VI- “Os Irmãos Karamazovi” , “Crime e Castigo” e “O Idiota” – F. Dostoievski
VII- “O Paraíso Perdido”- J. Milton
VIII- “Metamorfose” e “O Processo”- F. Kafka-
IX- “A Montanha Mágica” e “Dr. Fausto” -T. Mann
X- “Em busca do Tempo Perdido”- M. Proust
XI- “Madame Bovary” e “Educação Sentimental”- Flaubert.
XII- “Dublinenses” e “Ulysses” J. Joyce-
XIII- “Letra Escarlate”- N. Hawthorne-
XIV- “Moby Dick”- H. Melville-
XV- “O coração das trevas”e “Vitória”- J. Conrad.
XVI-“Guerra e Paz” e “Anna Karenina” L. Tolstoi-
XVII-“Memórias Póstumas de Brás Cubas” e “Esaú e Jacó”- Machado de Assis
XVIII-“Pai Goriot” e “As Ilusões Perdidas” Balzac-
XIX- “Orlando”e “O Quarto de Jacó”- Virgínia Wolf
XX- “A Náusea” e “As Palavras”- Sartre
XXI- “A Peste” e “O Homem Revoltado” A. Camus-
XXII- “O Lobo da Estepe”- H. Hesse
XXIII-“Vinhas da Ira”- J. Stainbeck
XXIV- “A Condição humana”- A. Malraux
XXV- “Conversa na Catedral”- Vargas Llosa
XXVI-“Grandes Sertões Vereda”- J. Guimarães Rosa.
XXVII-“O evangelho segundo Jesus Cristo”- Saramago.
XXVIII- “O último voo do flamingo”- Mia Couto.
XXIX- “Pais e Filhos”- Turguenief

XXX- “Manhathan Transfer”- John Dos Passos

XXXI- “Dom Quixote”- Cervantes
XXXII- “A Divina Comédia”- Dante

XXXIII- “David Copperfield”- C. Dickens

 

 

Continue lendo

O dia 6 de dezembro de 1876 amanheceu com uma grande novidade que não tardou a percorrer o mundo: Heinrich Schliemann anunciava a descoberta arqueológica de túmulos reais nas escavações de Micenas, cidade grega cujo apogeu reportava ao século oitavo ou nono antes de Cristo. Em telegrama enviado ao rei grego e pela imprensa divulgado, ele dizia:  ” É com extraordinária alegria que anuncio a Vossa Majestade a descoberta de túmulos, que a tradição assinala como sendo os de Agamemnon, de Cassandra, Eurimedon e seus companheiros, trucidados por Clitemnestra e seu amante Egisto durante um banquete”.

O anúncio era complementado com a relação impressionante do tesouro arqueológico encontrado, onde o grande destaque era a máscara mortuária em ouro, daquele corpo mumificado, que o precipitado Schliemann anunciava como o homem que comandara a expedição grega contra a cidade de Troia. Finalmente, era revelada ao mundo a face do comandante de Aquiles e irmão do Menelau, Agamemnon.

Essa notícia motivou homens cultos a realizarem uma peregrinação até a Argólida grega, a Micenas, “a cidade das muralhas ciclópicas”, conhecida tanto nas obras de Homero quanto nas tragédias gregas como o reino dos Atreus. E Dom Pedro II, Imperador do Brasil, logo fez parte do primeiro time de visitantes.

Continue lendo